2005-03-31

Microtek 6800

Tive a oportunidade de experimentar uns scanners novos aqui no local de trabalho. Scana negs e transparencias e tal e scannei alguns slides a 33 MP (hehehe) mas ficam muito softs, mas pelo menos respeita a cor. Notei que custava um bocado a ir buscar info ás zonas escuras, e os negs saiem uma borrada (minha opinião). Anyway aqui fica um slide ja antigo, mas que curto n....

2005-03-29

streetada de BMX em Aveiro.


Na quinta feira, tive alta fotosession com um biker de Aveiro - o Renato. demos a volta á cidade, desde a UA até á desportolandia:

2005-03-22

Trainspotting 1111



Ando numa de titúlos meio emos.. hehhehehe

2005-03-21

backside nose pick

brasileiro

Sexta foi fixe, uma skatada no fim do dia com o pessoal e umas fotos. Até atinei com a luz e tudo... Pelo menos já gostei mais da iluminação que lhe dei. Flash na mão a preencher, outro no tripe lá em baixo como kicker. O puto até tá a mandar mais umas cenas e a andar muito mais confortável na rampa. Bem bom.. é o que dá ter uma rampa destas ao lado de casa.. hehe

The Skateboard Mag #12

FINALMENTE!!!!!!!!


skateboardmag12

Finalmente consegui orientar a revista "the skateboard mag". Há um ano que a procurava cá em Portugal, mas sem sucesso. Desta vez encontrei-a no meu quiosque favorite aqui em aveiro. A revista tá muito boa, com fotros muito potentes (tambem com os fotogs que tem , só podia...) e ainda tem o Dave Carnie (ex- BigBrother magazine - R.I.P.) a escrever, por isso só pode ser bom.. hehehe. Pelo qe vejo no site da revista, vou atrasado numa edição, mas não faz mal. Para quem não sabe, a revista surgiu ha´um ano atrás após o staff desta se ter despedido em massa da revista Transworld Skateboarding, devido a uma entrevista de um dos CEOs da empresa, em que via o skate como um simples "negocio". Oh well, O people não curtiu e bazou.. Quem perdeu? Diria a Transworld, pois o staff que tinha era o melhor que havia... E assim nasceu a"the skateboard mag". Alem do tamanho "gigante" da revista (300+ paginas?) tem metade da publicidade a metade do preço da transworld.

Após o fim da Big Brother Magazine, nunca mais comprei uma revista de skate com regularidade, mas acho que a The Skateboard Mag vai merecê-lo (alem do mais tem o Dave Carnie a escrever!!! hehehe)...

Outra Revista muito porreira que por ai anda é a espanhola "Errosion skateboarders". Muito bonita e interesante.. a não perder.

2005-03-17

Desfile "moda" na José Estevão

O pessoal da escola José Estevão organizaram um pequeno desfile de moda, da qual as lojas Blast Boardshop e Pin-up de Aveiro ofereceram roupas.Sendo o fotografo "oficial" da Blast que sou, claro que fui fotografar a cena.. hehehe:





Como a iluminação tava toda por minha conta, tentei um setup simples: TTL num flash da maquina (com e sem cabo - mudei em determinada altura par apoder mexer na lente/zoom) e um kicker por de trás e á esquerda para criar o "queimado" á esquerda. O grande problema que tive foi ver o meu segundo flash a disparar com as compactas do pessoal (ladrões!.. hehhe). Ainda pensei por aquilo em commander/slave, mas depois apenas teria TTL ou Auto no slave e isso n queria... oh well..

F8, 1/200s (ajudou a esconder o ambiente)

2005-03-10

Bowens Monolite 400ws


tras
lado

Oriento dois flashes Bowens, usados, de 400ws, para quem quiser comprar. Estão bons e funcionais. Trata-se apenas da cabeça do flash, sem tripés nem modeladores. Tem controlo de potencia até 1/4 (passos de meio e terço de potencia), lampada de modelação de 150W, e pode ser sincronizado com cabo de jack mono grande, ou celula (não incluído). O corpo do flash ainda inclui encaixe para uam "sombrinha". São 200€ cada cabeça :)

qq duvida manda um mail: alho@dmagsk8.com

2005-03-08

almost 10

almost10

Esta imagen foi feita para testar o kit que mostro em baixo. É um alfinete a cair num tampo da mesa, com o sensor de som a disparar o flash no momento do impacto. a imagem é um crop do original, mas o micro está a uns 20 cm do alfinete, para a esquerda e o flash está na minha mão direita a uns 50cm +/-. Expo de 1s a f10, iso 200 na d70. Prcedimento? depois de tudo ligado, e focado, meti a D70 em self timer, cliquei, esperei pelo disparo e largei o alfinete. No impacto o flahs disparou naturalmente. All done : foram apenas 2 expos, estando a primeria muito queimada.

This foto was done to test the kit i've made below. It's just a pin falling onto a table, with a sound sensor firing off a flash on the pins impact. The pic is verry cropped. The microphone is about 20 centimeters to the left, and the flash is in my right hand, about 50 cm away. Expo is 1s at f10, iso 200 on the D70. How? After having everything setup, ready and camera focused, I put the D70 in self timer mode, fired, waited and droped the pin. On impact, the flash fired as it was supposed to. All done. just 2 tries, cause the first one came out all burnt up.
kit

No kit como podem ver, está o sensor de som, micro , cbao para o flash e um flash de uma maquina descartavel. Não é um flash muito adequado, mas para algumas situações funciona bem. A iso 100, tem numero de guia 4 (f4 a 1 metro), portanto a iso 200 temos um NG 5.6 (1 stop acima). Faço o kit completo (sem pilha) por 20 €. A alternativa so flash é o adaptador para sapata que ainda não consegui, mas espero ser para muito breve.

The kit as you can see is a sensor circuit with a microphone, a connecting cable to the flash and a disposable camera flash. This flash is not very adequate, but it works well in some situations. At iso 100 its got a guide number of 4, so at iso 200 its 5.6 (a stop up). an alternative to using the disposable camera flash is using a hotshoe adaptor and using a normal hotshoe flash.

2005-03-07

Cenas de uma segunda-feira

1- É hoje que começa a exposição do FotoAveiro - 17:30 na livraria do SASUA. APAREÇAM!

2- Estou fazendo / vendendo sensores, para quem quiser. Aqui na imagem não aparece nenhum em caixa, mas todos terão uma caixa própria. A maior dificuldade que tenho neste momento é aranjar sapatas a um bom preço, mas tou tratando disso. Tenho disponivel os seguintes circuitos:

  • 1 - sensor de som SK1 da HIVIZ
  • 2 - sensor de som SK2 da HIVIZ (mais sensivel)
  • 3 - sensor de com com micro
  • 4 - sensor de IR por schmitt trigger HIVIZ
  • (não visível) - sensor IR HIVIZ
  • (não visível) - unidade de atraso HIVIZ
  • a1 - flash "descartavel" (modificação)
  • a2 - adaptadores de sapata e ficha pc para femea de jack 3,5mm
  • a3 - cabos de diversos comprimentos
  • (não visível) - celula fotosensivel para flash

Interessados devem-me contactar por mail : alho@dmagsk8.com

3- Modificação interessante e simples a uma maquina descartavel de modo a aproveitar o flash. Estas maquinas normalmente vão para o lixo, ou então são reciclados, por isso normalmente consegues obtêlo simplesmente pedindo na loja/laboratório. É preciso ter algum cuidado para não apanhar nenhum choque (vai por mim - não é nada agradável). Simplesmente substituis os contactos de disparo por outro esquema, como por exemplo uma célula, de modo a trabalhar como slave, ou então ligado a um dos circuitos dos sensores. É possivel ligá-lo a alçgumas maquinas, no entanto não aconselhomuito a menos que tenha a certeza que a maquina é capaz de suportar os 200+ voltas que ele tem as terminais. Áh! E atenção á polaridade.

O flash não é muito potente, mas tb não custa nada, por isso... é um remedeio para umas situações, uma brincadeira noutros...

Here's an interesting MOD to a simple disposable camera. These cams are normally trash so you can easly get 'em at a lab. Just ask. Since they're garbage, ou recycled, you should get 'em for free... Basicly what you do is hook up something like a cell ou a sensor to the two contacts that, when joined, shoot the flash. You could probably hook it up to a camera, but you got to be sure that the camera can support high voltages on it's contacts (200+ volts). Watch your fingers, and pay atencion to polarities.

Its not a really powerfull flash, but it works in some situations, and its practically free...




4 - tenho disponiveis 3 flashes de estudio, usados para vender. São de 400Ws com lampada de modelação, controlo de potencia até 1/16, etc... 150€ cada... amanha ou para além terei imagens talvez. QQ coisa nada um mail .

2005-03-04

O circuito da pagina 29 e a bolacha de chIcolate no leite

Bem na FotoPlus nº 4 vem um circuito para disparar o flash via som. Construi para testar e ver no que dava e fica o registo que funciona.

This circuit was in the last edition of FotoPlus, a portuguese pfotography magazine. Since i've been interested in this type of circuits, I ended up building and testing it:

DSC_0914_450

splash2_450

O circuito é muito simples de montar e funciona muito muito bem. O sensor/microfone é bastante sensivel. Aqui vão os primeiros tests, sem edição (excepto crop).

The circuit is real easy to put together and it works quite well. the sensor/microphone is quite sensitive. Here are the wirst test shots, no editing involved (except for cropping).

splash2_450

splash2_450

Detalhes a ter em conta?

1- usar a potência minima possivel do flash: a full power, os flashes podem ter durações entre 1/200s e 1/1000 de segundo. Para muitas situações é suficiente, mas para muitas n é (tipo uma bala ou o arrebentar do balão que são fenomenos muito rapidos. Na potencia minima, a intensidade é controlada pelo tempo de dispáro, por isso quanto menor a potência, menor o tempo (os meus Metz dão 1/26000s ). Uma modo de conseguir isso nos que tem controlo automático (ao invéz do manual) é enganar o sensor do flash com algo branco.

2- no caso de elementos de som, e porque o som no ar é relativamente lento quando comparado á velocidade de alguns acontecimentos (300m/s numa milésima de segundo equivale ao som percorrer 300/1000 = 30cm...) a posição do microfone é relevante no controlo do momento em que dispara o flash. quanto mais afastado, mais tempo demorara a disparar o flash.... no caso de sensores baseados em luz (infraverlmelho), como a luz anda na ordem dos 3x10^8 m/s.. esse problema n existe. (alias para balas, por vezes trata-se de acontecimentos supersonicos, pelo qu esom pode n ser opção...)

No fim comes a bolacha:)

Things to keep in mind?

1- Use the lowest possible power on the flas. Most flashes in full power mode flash á 1/200 or 1/1000 of a second, witch couldbe too long for some events. Bringing it down to a minimum reduces its time (My Metz, 54MZ-4 at 1/256 power shoots a flash of 1/26000s!). If it has auto mode, you could trick the flash's sensor with something white in front of it.

2 - the closer the mic, the sooner the flash will go off. Since sound through an air medium is quite slow (relative to some events - at 300m/s sound travels 30cm every 1/1000s , so in really fast events, having the mic far away would keep you from capturing the event). with IR things are practically instantaneous

In the end, eat the cookie,...

2005-03-02

Aquele Sekonic é MEU!!!!!!

Pois é, uma daquelas "lutas" de Ebay em qu eum gajo qq mete uma licitação nos ultimos 30 segundos... cedo demais q ainda consegui superar o dele.. hehehe. Mas é verdadeiramente atrofiante pensares que tens uma licitação suficientemente elevada para n perderes o leilão, e quase o perderes... Bem de qq modo poupei 1/3 do preço de mercado... agora é só esperar que ele chegue....